Blog
Construsite Brasil & MicDesigner. Todos os direitos reservados.
Seja Rico Praticando o Minimalismo
15 de agosto de 2017 por Michael Alexsander
...roupas de marca, smartphone e notebook top, carro de luxo com rodas de liga que valem a metade do valor do carro, jantar nos restaurantes mais caros de BH e cartão Vip de motéis luxuosos? Não, Obrigado!

Já tive guarda roupas lotado de roupas de marca, tive os melhores smartphones e notebooks da época, tive carro de luxo com rodas de liga que valiam a metade do valor do carro, jantei nos restaurantes mais caros de BH e tive cartão Vip de motéis luxuosos. Por que estou falando essas coisas? Pra ter certeza em afirmar que não quero nenhuma delas em minha vida.

Vou relatar como me tornei Minimalista com o estilo de vida focado em ter somente o suficiente, aquilo que realmente é necessário, aplicando o conceito a tudo: não só aos objetos, mas também aos compromissos, relacionamentos, trabalho e estilo de vida. Meu grande objetivo é ser feliz, trabalhando com prazer e tendo tempo, dinheiro e espaço para fazer aquilo que é mais importante para mim.

Antes, quero saber se você teve uma leve impressão de estar lendo relatos de um frustrado na vida, que tentou inúmeras vezes enriquecer e, sem sucesso acabou desistindo de tudo, se conformando em viver na zona de conforto, disseminando a ideia de pobreza voluntária? Se sim, pare de ler... não siga a leitura, esse texto não é pra você! Ah... se está pensando que me refiro unicamente à dinheiro quando digo no título "Seja Rico Praticando o Minimalismo", pare de ler também!

Conheça-se, Defina o que te faz Rico

Posso dizer que passei por um processo de transformação, que teve início no autoconhecimento. Considero três pontos na minha histórias como cruciais para essa transformação, minha fase pré adulta, meu casamento e minha separação.

Na fase pré adulta meus anseios eram os mesmos de qualquer adolescente fútil, ter dinheiro, carro, roupas de marca, tentar enriquecer rapidamente, ostentar e comer mulheres. Não me arrependo de experimentar essa fase do jeito que foi escrito, foi justamente essa experiência burra e ignorante que me fez discernir o certo do errado. Se hoje vejo claro como quero viver, devo em partes às asneiras que fiz.

Meu casamento serviu para quebrar as algemas com meu antigo emprego. Aproveitei a saída da casa dos meus pais para também largar a empresa familiar, foi o divisor de águas para minha vida profissional. Mudei então de profissão e enfim me vi fazendo o que sempre sonhei. Agora eu podia dizer com propriedade que trabalhava com prazer e entendia a célebre frase do meu mentor Steve Jobs "A única maneira de fazer um bom trabalho é amando o que você faz."

No período de casado, tive que me adaptar à diversas mudanças, inclusive profissionais, como dito. Isso me fez refletir sobre diversos conceitos pre estabelecidos em algum momento da minha vida. Foi aí que iniciei minha busca consciente pelo autoconhecimento. Nesse momento, informação foi essencial, por isso investi tempo e dinheiro em cursos, leituras e experimentos práticos.

O resultado dessa busca consciente pelo autoconhecimento me mostrou o que é, verdadeiramente, importante pra mim... e que, de fato, me faz rico: Ser Sustentável. O conceito de sustentabilidade é complexo, pois atende a um conjunto de variáveis interdependentes, mas posso considerar o pilar da minha riqueza. Se tem uma coisa que sei ser: é Sustentável! Isso me faz extremamente feliz. Fico feliz em saber que faço muito com pouco. Fico feliz em ser pressionado a usar minha criatividade para resolver problemas de escassez, interna ou externa, individual ou coletiva, de pequeno ou grande porte.

Menos é mais! Não vou repetir, porque menos é mais

Com a separação conjugal me vi diante a novas mudanças, de certa forma indesejadas, mas necessárias. Foi quando um conceito passou a fazer parte do meu dia a dia: Menos é Mais. Já comentei que fico feliz em fazer mais com menos, mas nunca fui obrigado a praticar esse lema por necessidade. Agora me deparo com a maior oportunidade de fazer isso acontecer.

Vendi meu carro e comprei uma bicicleta e uma moto. Antes de sair submeto a viajem à possibilidade de ir de bicicleta, e caso, por algum motivo extremo não seja possível, vou de moto. Isso me fez reduzir em ¼ o consumo de combustível, impostos e depreciação. Pretendo em dois anos não ter nenhum veículo automotor, aguardo a concorrência do UBER investir pesado em Belo Horizonte para jogar os preços lá em baixo, inclusive tem espaço para empresas brasileiras ingressarem, estou no aguardo. Meu sonho é nunca mais ter carro, nem moto, já já chego lá.

Mudei-me para um apartamento menor, em condomínio mais simples. Sempre fui fascinado por decoração, foi quando tive que exigir da minha criatividade para reaproveitar o que já tinha e fazer mais comprando menos, ou quase nada. Não tinha guarda roupas, foi quando percebi que eu tinha roupas demais, e ao invés de comprar um guarda roupas, doei minhas roupas e calçados que não usava. Iria morar sozinho, por isso não precisava de vários talheres, louças e roupas de cama. Doei sacos cheios de livros que não voltaria a ler. Abri mão da mobília e dos eletros com baixa funcionalidade.

Praticamente tudo em minha vida foi submetido a um rigoroso exame para definir a sua utilidade e funcionalidade. E com essa eliminação do excesso, ganhei tempo, espaço físico e mental, e claro, dinheiro. Essa mudança foi fácil de controlar e não me apresentou nenhuma dificuldade extra, além da esperada. Na verdade, reconheço o quão difícil seria viver rodeado de excessos.

O minimalismo não é uma pobreza voluntária. Não diria que é viver com menos, mas sim viver com o suficiente, sem excessos, sem coisas desnecessárias que só ocupam espaço e tempo em nossas vidas.

Mudanças assustam, claro, mas aprendi desde cedo que o medo da mudança se destrói com informação, conhecimento e, por fim, entendimento das nuances. Foi daí que trilhei o passo a passo, agora consciente, do Minimalismo. Conheça qual foi o passo-a-passo que segui.



Michael Alexsander
Michael Alexsander
-
Empreendedor Serial, Bacharel em Administração e MBA Executivo em Gestão de Custos pela PUC-MG. Educador Financeiro e Sócio-fundador do Dr.Money, plataforma de consultoria financeira pessoal completa e 100% online.


APRENDA A SER RICO

Voltar